Zéh Palito é onde o artista e humanitário se colidem. Um ser humano que viajou por todos os continentes como voluntário e Um artista de rua de 27 anos de idade que transformou sua arte em mais de uma unificação comum, em um sentido global e solidário.
Seu trabalho tem sido exposto ao redor do mundo, em lugares que vão desde Alemanha, Argentina, Bélgica, Coréia do Sul, Chile, Espanha, Estados Unidos, Egito, França, Polônia, Malásia, Tailândia, Vietnam, Zâmbia entre outros.
Sua pintura sempre carrega uma forte mensagem ou significo por traz das cores, é um mundo de fantasia com tudo interligado. Formas, energias, animais, pessoas e natureza se fundem em uma existência simultânea e respiram como um só. Sendo também uma constante busca de reinventar a evolução inerente, fazer alusão à libertação de todas as coisas ruins, representando a igualdade do homem e a natureza e os animais como nossos companheiros no ciclo da vida.
Fazendo com que sua audiência pare e olhe o mundo ao seu redor, pois, é o ser humano quem determina o que está por vir. Tais intenções, ele não só imitou, mas catalisou dentro de sua arte, exemplificando um estado harmonioso de estar onde há a junção.
Zéh Palito compartilha sua mitologia visual e pensamentos sobre o futuro, com temas metropolitanos celebrando a vitalidade e dinamismo deste mundo caótico, porém poético, por ele composto de cores intensas, estruturas geométricas, abstrações orgânicas, variações dimensionais cheias de exotismo e sonhos místicos.

Louise Bird. (Arts Council of Wales Research and Development Grant.)

 
Set your Twitter account name in your settings to use the TwitterBar Section.